We've updated our Terms of Use. You can review the changes here.

Isolamento Volunt​á​rio?

by Daniel Catarino

/
  • Compact Disc (CD) + Digital Album

    CD + Digital Download

    Includes unlimited streaming of Isolamento Voluntário? via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.
    ships out within 3 days
    edition of 120 

      €10 EUR or more 

     

  • Streaming + Download

    Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.
    Purchasable with gift card

      €6 EUR  or more

     

  • Full Digital Discography

    Get all 13 Saliva Diva releases available on Bandcamp and save 40%.

    Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality downloads of DIRTY TRACKS FOR CLUBBING, Lama Pela Anca, New Beginning, Fountain of Shingle, Dandruff, Suicídio Comercial, O Ecoar D'Uma Sirene, Reunion Day, and 5 more. , and , .

    Purchasable with gift card

      €42.20 EUR or more (40% OFF)

     

1.
não é nada, vais ver isto vai passar mas cada vez que ligo a televisão piorou a situação vou-me remeter ao meu antro vazio de mãos lavadas e o corpo castrado no cio não tenho mais medo de morrer do que ontem qualquer dia pode ser o fim não tenho mais medo de morrer do que ontem a morte anda aí mas sempre foi assim tanta gente doente mal começou a somar até que a tabuada multiplicou tento manter-me calmo sem ataques de pânico obrigado a usar o bidé como papel higiénico 12 março 2020 Porto
2.
sou um morto-vivo sozinho e cativo lamentavelmente falta-me aguardente espreito da janela tanta gente em celas tanto tempo morto num prédio do Porto é casa ou é prisão? talvez não tens razão é prisão tens razão talvez sim talvez não que venha a salvação mas estou melhor sozinho no quarto a coçar o sovaco que fechado num barco a vida linda parte num cruzeiro sem embarque estar de quarentena não é ter gangrena álcool e lixívia nada de lascívia vou-me lavar apanhei ar lá fora lá fora, ai a correr, a saltar sem correr nem saltar tudo a desinfectar amanhã repete e volta a dar mas estou melhor sozinho em casa que numa cama rasa a tossir os pulmões 16 Março 2020
3.
Candidatura 04:14
candidatura alguém preenche a candidatura preenche o formulário, o otário o saloio que vai pedir apoio tem uma coisa no olho que está fora do regulamento não merece garantir o sustento há pobres e pobres eu sei que a vida é dura apresenta uma candidatura um inquérito que desbota nas mãos de quem pede ajuda a quem lha promete a distribuir a quem lhe servir o pão nosso de cada dia bem regado em burocracia enrolado numa côdea dura vem preencher, vem preencher a tua candidatura burocracia comprovativo de que estou mais morto que vivo um anexo para a falta de sexo e um óbito por precaução apresenta o documento que valida a tua pobreza que a tua conta do banco está tesa e um pobre com fome não perde a compostura apresenta uma candidatura burocracia candidatura se não preenches a candidatura não vais ao concurso, seu urso que dá acesso à declaração um requerimento com fotocópia do atestado e um carimbo por cima assinado e ainda a factura com boa leitura assim se faz uma candidatura
4.
anda por aí polícia à paisana que discorda das cores da farda humana o vermelho que escorre do negro assina o contrato de emprego de gente que ao fim-de-semana é polícia à paisana anda por aí gente faminta que aperta o espartilho por cima da cinta escorre a casa pelo telhado sobre um prato descampado e a rua é a quinta de gente faminta anda por aí a caveira de alguém que caiu da cadeira ossos moles de uma queixada que fala muito sem dizer nada e alastra a sua cegueira de caveira anda por aí o passado feito polícia do condado corre pelas artérias já vazias de ideias a triste figura de estado do passado andam por aí os iluminados chaves dos futuros cadeados fogo de sofá procura bombeira chove gasolina sobre a lareira e ardem teclas nos teclados dos iluminados a polícia à paisana quer gente faminta presa à caveira presa ao passado dos iluminados
5.
bom dia sorriem os lençóis será hoje que se acabam os heróis? que abre o café o bar e a discoteca não sei dançar mas bebo uma caneca um dia responde-lhe a fronha quando a ciência deixar de fazer ronha destapa os pés do corpo que enrolas e tu colchão solta quatro ou cinco molas bom dia como vais? vou dormindo umas horas a mais bom dia como vais? vou comendo umas coisas a mais bom dia acorda o edredão então é hoje? já temos solução? não há novidade responde-lhe o estrado a cura para andar não é ficar parado bom dia acena a cabeceira estou a fritar não dormi a noite inteira o autoritarismo piora-me a doença vou ficar só como o alho na dispensa bom dia como vais? vou dormindo umas horas a mais bom dia como vais? vou comendo umas coisas a mais bom dia como vais? vou fechando umas coisas a mais bom dia como vais? vou fugindo dos hospitais bom dia

about

"Isolamento Voluntário?" é o novo disco de Daniel Catarino, mas não estava pensado para o ser. As canções foram surgindo quase como diário cronológico do autor alentejano durante a pandemia, com o intuito de escamotear os momentos em que cada uma delas sentiu necessidade de nascer.

"A pandemia fez-nos oscilar entre a sanidade e a esperança, da tragédia constante à diminuição dos níveis de poluição, dos excessos de autoritarismo aos gestos mais humanos. Neste disco, que é uma crónica poética mas fidedigna da confusão instalada, estas contradições são abordadas com a empatia de quem compreende o mundo à sua volta e tem o engenho de o condensar em canções desafiantes. É música do agora e para já." - Jorge Ferreira

facebook.com/catarinodaniel
instagram.com/catarinod
youtube.com/danielcatarino
danielcatarino.bandcamp.com

credits

released May 27, 2021

Letras e músicas por Daniel Catarino excepto (2), letra por Daniel Catarino, música por Daniel Catarino e João Baião.

Daniel Catarino: voz, guitarra, baixo, teclados, guitalelé, produção, mistura, grafismo
Nuno Markl: narração em (1)
Rodrigo Guedes de Carvalho: narração em (1)
João Baião: guitarra, teclados, programação em (2)
Joel Fausto: saxofone em (2), masterização
Pedro Pestana: guitarra em (3)
Xinês: bateria em (3)
Rapaz Improvisado: guitarra, arco em (5)
Eddie Santos: guitarra em (5)

Escrito, gravado e produzido em confinamento no Porto, de 12 Março 2020 a 14 Abril 2021.

DIVA 005
Porto, 2021

license

all rights reserved

tags

about

Saliva Diva Porto, Portugal

Independent Record Label based in Porto, Portugal, mainly focused on the portuguese underground band scene.

contact / help

Contact Saliva Diva

Streaming and
Download help

Redeem code

Report this album or account

If you like Isolamento Voluntário?, you may also like: